quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Aah Jeri!

Acho que metade da cidade sabe que eu passei o feriado em Jericoacoara. Eu tava tão desesperadamente empolgada pra sair da mesmice da província que saí falando pra todo mundo que ia viajar pra lá. Pois eu fui sábado e voltei ontem. E foi muito bom. Aliás, foi MARA! Engraçado que na primeira vez que eu fui pra lá eu ODIEI. Tinha 17 anos, fui com a família (blééé!) e um monte de casais, cada um com seu 4x4 (fizemos uma espécie de trilha light), ficamos numa pousada cheeeia de pererecas que, aliás, nem existe mais e ainda por cima tava enlouquecendo de dor de cotovelo. Tipo tinha terminado o namoro de 6 meses, o mais comprido que havia tido até então, dias antes de viajar. E lá eu sofri: juntou tudo isso e meu "amor" por praia, aí deu certo demais. NOT. Pelo menos voltei inteira. E preciso dizer que odiei o local? Nao curti.

Na segunda vez eu já fui munida de artifícios mais legais. Tinha 21 anos e fui com o então namorado e três amigas. Posso dizer que já simpatizei mais. Subimos na duna do por do sol, que eu ainda não conhecia, e fizemos altos passeios off road. Sem falar nas noites regadas a coquetelzinho. Curti. Só não gosto muito de ficar falando sobre essa época em especial porque não foi lá uma das melhores fases da minha vida. Quem me conhece sabe do que eu tô falando. Enfim, foi.

E aí veio a terceira vez: feriado da independência de 2009. Estudante de medicina já. Acompanhada de uma turmona de casais e do namorado mais lindo do mundo (te amo, gostoso!), todo mundo de carro 4x4. Aí teve trilha, que eu particularmente nem curto tanto (confesso que MORRO de medo), teve som alto, teve gente dançando na boquinha da garrafa, teve cerveja muita e, no final, ainda rolou um cai duro pra finalizar. Curti bastante!

Mas, esse ano, no feriado da independência de 2010, eu sei lá o que foi isso. Não sei se eu que tô velha, mas teve um gosto, digamos, diferente essa viagem. Teve gosto de descanso, de paz, de fuga da vida real. E olha que eu tô de férias. Nem tô tão atarefada assim, pra querer sair doida fugindo do mundo. Mas eu precisava ir. E, pela primeira vez, quis ficar lá mais tempo. Sei lá, fugindo do mundo. Morar ali, jamais! Aliás, nem sei como aquele povo todo consegue. Eu sou urbana, sou da cidade, e olha que a província aqui nem é tããão cidade quanto eu gostaria que fosse (Paris, je t'aime!).



(cambada reunida depois de passear de balsa)

Jeri, dessa vez, me encantou de um jeito que nunca havia encantado antes. Parece que eu me permiti me doar mais. Não sei explicar. Mas foi bom. Aai, foi ótimo, mesmo tendo brigado com o namorado por lá. Mas já estamos bem. Em Jeri não tem como não ficar bem.


(momento romantismo sob o olhar do sol poente)

E, aproveitando a deixa, QUE COMIDA DELICIOSA É AQUELA DE JERI?! Todo mundo sabe que eu amo comer, né? Família Brandão é tudo assim: bom de boca. A padaria que meu pai faz é 70 reais. Neném adooora comprar comida. E aqui todo mundo gordo. Odeio. Ah, mas eu tô de férias, de férias ninguém engorda nada. Em Jeri eu detonei. Destaque pro peixe no molho de camarão do Dona Amélia, pro crepe "da Cris" do Naturalmente, pro nosso strogonoff de camarão (e pra lasanha do Diego, pra picanha do Andrei e pro camarão com abobrinha da Ruana) do Bistrôgonoff, pra pizza do Leonardo da Vinci e pra todos os pães da "padaria que abre 2 horas da manhã". Dessa vez, eu não fui lá. Fiquei frustrada. Acabei dormindo demais e perdi a hora. Bem, mas é preciso se preparar psicologicamente, porque o que tem de gostoso naquela vilinha tem de caro. E, quando encontramos um lugar, digamos, barato, a comida era sem gracíssima. Nem vou dizer o nome do local porque eu acho falta de sacanagem. Mas pergunta depois que eu digo. =]

Na volta, ontem, eu e o bofe paramos pra almoçar em Flexeiras. Outra delícia!! Comemos moqueca de arraia, camarão e lagosta por 28,50, meu povo!! Até agora tô arrotando azeite de dendê. Aai delícia! Tudo bem que a gente tava verde de fome, desde 9 da manhã sem comer nada, e já eram 3 da tarde, mas tava bom mesmo. Lembro do limão que eu espremi na moqueca e dá água na boca. Por sinal, ultimamente meu apetite tá desesperado. Tenho vontade de comer tudo que eu vejo na frente. Até verdura. Tô ficando é doida.

Aah Jeri! VÁ PRA JERI!!! Agora!!! E taí o por do sol só pra não dizer que eu sou ruim:


À plus!


2 comentários:

Brechó Superbonita disse...

oi Isabela, tem peças novas no Superbonita, passa lá pra conferir!

Adoro seu blog, sempre passo por aqui.

Beijos

Deivide disse...

I luv Jeri!