sábado, 3 de julho de 2010

Me revoltei-me!

Não sei se é por causa das fases da Lua, se é porque o Brasil perdeu ontem de virada (ah, mas a Argentina foi junto, e de goleada!), se é porque a vida de vez em quando fica monótona demais ou se porque nós mulheres vivemos à beira de um ataque de nervos mesmo, ou até se por causa de tudo isso junto, mas HOJE EU ESTOU UMA MERDA. Tudo em que eu pus a mão hoje quebrou. Amanheci vazando sangue pela periquita. Faltei aula hoje pra dormir. Preciso estudar Ética Médica (???) pra prova de segunda e não encontro coragem. Ai, tô revoltada. Hoje eu tô revoltada até por ser mulher. E o pior: eu vou reclamar pra quem?! Pra Deus?! Coincidência ou não, recebi por email as toscas fotos de um cara (ou uma mulher) que tem corpo de homem, inclusive tatuado, musculoso e barbudo, e uma bela de uma genitália feminina, inclusive depilada. Será que ele (ou ela) não aguentou mais o desespero de ser mulher e se enfiou hormônios masculinos?!

É, mas como boa mulher, eu sei que isso que eu estou sentindo vai passar, do jeito que esse sangue que sai da gente de 28 em 28 dias também passa. É, e eu sei também que vai voltar, pois o sangue também volta, a não ser que eu engravide (e isso eu não quero tão cedo!). Eu sei, eu realmente sei que eu tenho que agradecer por ser mulher, por ter a dádiva de procriar, por poder carregar um ser no ventre por nove meses, por ter passado por uma quimioterapia, ter só um ovário e ainda menstruar religiosamente, por ser o sexo frágil, tralalá, tralalá. Mas tem dias que eu tô tão brochada, tão revoltada, que vantagem nenhuma em ser mulher passa pela minha cabeça. E não vejo vantagem nenhuma em ter que me relacionar com um homem. Pode parecer lésbico, mas é isso aí mesmo. Outro dia li um livro sobre a mulher francesa e a autora parafraseou alguma escrita de quem eu não lembro o nome: "a gente só aguenta homem porque tem a infelicidade de amá-lo". E eu assino embaixo.

E o mais engraçado é que há alguns dias eu tava ME ACHANDO. Sempre fui de pensar: "se eu não me achar o máximo, quem vai me achar"? E eu me sinto a bala que matou Kennedy mesmo. Eu admito. Principalmente depois que eu passei no vestibular. Só que hoje, hoje em especial eu não sou nem o chumbinho que matou o passarinho da vizinha. Por mais que você chegue pra mim falando que a minha vida é boa, que eu faço o que gosto, que eu não tenho problemas (e eu sei que isso é a verdade), eu não estou com um pingo de saco pra encarar o fato de ver gente hoje. Tô puta. Aliás, nem sei mais o q eu tô. Há 5 minutos era revoltada. Queria apertar um botão e ter meu bom humor de volta. Às vezes eu acho que eu sinto tudo mais do que todo mundo. Que eu sinto mais pena, raiva, ciúme ou medo do que o resto do mundo. Como se tudo que eu sentisse fosse mais intenso, inclusive as revoltas nonsense dos dias em que eu amanheço menstruada. Eu às vezes queria estar na pele de outra pessoa só pra saber como ela se sente. E eu juro que gostaria que essa pessoa fosse um homem. Porque ser mulher, às vezes, só dá dor de cabeça. Será que nós mulheres nunca estamos satisfeitas mesmo, ou isso é um ditado malvado que os homens inventaram para nos fazerem de idiotas?

Além de tudo, mais tarde tem festa de São João da faculdade aqui em casa. Ofereci o quintal pra que o pessoal não tivesse gasto com locação de espaço, mas já escutei TANTO da minha mãe, que eu vou pensar mi vezes antes de ao menos imaginar o quintal da minha casa como lugar de festa de novo. E hoje vai ser puxado. A dona da casa é a última a dormir, sabe como é. Ano passado, dormi no sofá em pleno rolar de festa. Teve até foto. Veremos como eu vou me sair dessa vez. Queria apertar um botão (outro, né?) e ficar embriagada e achar tudo lindo, tudo zen, paz total. Resumindo: queria ser homem.

É, hoje eu tô tudo menos eu. Ou, quem sabe, hoje é q eu tô eu com todas as minhas forças.

Homens, vão todos à merda!

3 comentários:

Grazi disse...

Adoooorei seu blog, suas descrições do dia a dia, da sua vida, enfim adoreei vou passar por aqui sempre, adoreeei mesmo!! beijaooooooooo!

Deivide disse...

ixe...sertralina resolve!!!quer uma?

Deivide disse...

ixe...sertralina resolve!!!quer uma?